fbpx
O adolescente e o cancelamento

O ADOLESCENTE E O CANCELAMENTO

9.02.2021

Olá! Tudo bem? Iniciamos quase todas as conversas com essa convenção social. Agora eu pergunto: você quer mesmo saber? Então sente-se confortavelmente, porque lá vem a proposta de reflexão de hoje.

O cenário é o seguinte: o ano é 2021, estamos vivendo uma pandemia (sim, ela ainda não acabou), as redes sociais são o palco para notícias, acontecimentos e discussões acaloradas sobre os mais diversos temas. Todos têm vez e voz. Cancelamos e somos cancelados. Agora acrescente mais um item nessa mistura:você é adolescente!

E aí você pode estar se perguntando: “mas o que o fato de ser adolescente traz de relevante para esse cenário?”. Estamos diante de um Tribunal. O grande Tribunal das redes. Ora somos juízes, ora somos réus. E sim, todos nós já experimentamos as duas posições, mesmo que não tenhamos nos manifestado publicamente. Puxa aí na sua memória, você nunca cancelou ninguém? Nem em pensamento e atitude? Ainda que não tenha escrito sobre isso em uma rede social?

Adolescer é muito mais que tornar-se adolescente. Tornar-se adolescente significa abandonar a imagem infantil e iniciar um processo de transição que nos levará para a vida adulta. Mas é isso: nem criança, nem adulto. Um ser em transformação que passa a valorizar imensamente a ideia da visão que os outros tem dele.

As redes sociais são vitrines. Locais marcados para a exposição. Se estou lá, estou exposto e a exposição traz a possibilidade de ser admirado ou não. Se tivéssemos encontrado um limite, aí estaria tudo certo. Se eu não gosto do seu conteúdo, deixo de segui-lo e vida que segue, sem grandes traumas. Mas não basta deixar de seguir, discordar ou debater. Vivemos a era do cancelamento!

Cancelar alguém significa não dar ao sujeito qualquer possibilidade de aprender ou desenvolver algo melhor. Quando você é cancelado pelo júri das redes acabou para você, não há chance para réplica ou qualquer possibilidade de se redimir, game over.

Mas veja bem: são pessoas julgando pessoas em um ambiente em que a regra é aquela em que cada um acredita. Desde que o mundo é mundo as pessoas comentem erros. Errar é condição humana, pré-requisito para aprender, inclusive. Estamos convidando você para pensar: de que forma cancelar alguém pode resolver um conflito? É uma disputa – alguém ganha e alguém perde. O que perdeu está cancelado. E o quem venceu, ganhou o que? O que você ganha cancelando alguém?

A cultura do cancelamento não é uma realidade do adolescer. Ela está presente na sociedade como um todo, sejamos nós adultos ou adolescentes. Mas em um período de transição, em que muitas coisas são difíceis de compreender, cancelar ou ser cancelado torna esse processo ainda mais complexo e um período de desenvolvimento normal, pode tornar-se doloroso e traumático.

Pense nisso! E então, nos ajude a continuar construindo discussões que nos levem a condições de vida mais saudáveis e satisfatórias a todos.

COMPARTILHAR:

Postado por: webvoxbrazil

X